O Eurail Pass vale a pena? Como viajar de trem pela Europa?

Travel With Eurail Pass-3

Viajamos um mês de trem pela Europa e resolvemos testar o tão famoso Eurail Pass. Depois de 17 viagens e mais de 50 horas dentro dos vagões chegamos a algumas conclusões e entendemos porque tem gente que ama o Eurail Pass, e tem gente que não gosta tanto. Então decidimos reunir informações e experiência para responder a eterna pergunta: “Viajar de trem pela Europa com Eurail Pass vale a pena? Ou não?”

O sistema Eurail possui várias opções de passes e nós vamos falar sobre eles mais tarde. Primeiro quero explicar que nós viajamos com o Eurail Global Pass 1º classe, o que significa poder viajar por 30 dias consecutivos em toda a Europa [28 países inclusos]. A escolha da 1ª classe não era algo importante para nós, mas para quem já passou dos 26 anos [por favor, não conte isso a ninguém] não existe a opção de comprar 2ª classe. O que no final acabou sendo bom, porque conforto extra e free wifi a gente sempre agradece.

Dito isso, é hora de colocar as questões na mesa e discutir se o Eurail Pass vale a pena ou não. Destacamos 7 tópicos que você deve levar em conta na hora de planejar sua viagem de trem pela Europa e decidir se Eurail Pass é a melhor opção para você.

Travel With Eurail Pass-1

O Passe da Eurail vale pena?

É a melhor maneira de viajar de trem pela Europa?

– 1º » Viajar com o Eurail Pass é fácil

Sim, o Eurail Pass é uma das formas mais fácies de viajar pela Europa!

Uma única passagem, várias conexões e uma infinidade de horários e rotas. Pra mim isso significa viajar com facilidade. Nós pegamos 17 trens, cruzamos 7 países e vimos centenas de cidades e vilas passarem pela nossa janela. E acredite ou não, em nenhum momento tivemos problema.

O Eurail Pass vale a pena pela praticidade. Não precisa fazer check-in, é só chegar na estação com 30-20 minutes de antecedência, não tem que passar por raio-x, controle de passaporte, nem despachar bagagem [a não ser que você esteja indo para a Inglaterra, daí tem essa burocracia]. É só chegar na estação, olhar no painel, encontrar seu trem, ir até a plataforma, esperar pelo trem, entrar, sentar e viajar! 😀

Antes da primeira viagem você precisa validar o seu Eurail Pass, é so ir até o balcão de atendimento para ganhar um carimbo com data e assinatura, depois disso é liberdade total. Em alguns casos, o fiscal dentro trem vai te pedir o passe e o passaporte apenas para fazer a conferência, mas sem nenhum estresse. Até para cruzar as fronteiras foi super fácil, apenas na Espanha e na Suíça que o oficial da imigração passou dentro dos vagões e nos perguntou sobre o roteiro de viagem.

Outro ponto positivo de viajar de trem na Europa é que a maioria das estações ficam localizadas bem no centro das cidades e conectadas com o transporte público. Diferente dos aeroportos que geralmente ficam longe, você precisa de transfer ou taxi, perde tempo e dinheiro.

Travel With Eurail Pass-4

– 2º » E a tal da flexibilidade do Eurail Pass? Como isso funciona na prática?

O Eurail Pass vale a pena principalmente para viagens longas e com roteiros abertos. Perfeito para viajantes como nós, que se jogam no mundo sem roteiro muito definido. 🙂

Por exemplo, quando planejamos nossa Eurotrip sabíamos os países e cidade que queríamos visitar, tínhamos  mais ou menos uma ideia dos dias que ficaríamos em cada lugar. Mas não queríamos reservar nenhum transporte com antecedência para ter liberdade de mudar os planos. Alguns dias antes da viagem decidíamos a rota e os horários dos trens, e assim seguíamos viagem. Se você perder um trem, pode pegar o próximo, sem precisar remarcar passagem, cancelar ou trocar de bilhete. Isso é flexibilidade!

Só é preciso ter em mente que os trens locais e regionais passam quase que de hora em hora, então é fácil pegar o próximo. Já no caso dos trens de alta velocidade e internacionais, as linhas não são tão frequentes. Para facilitar o planejamento nós baixamos o aplicativo do Eurail no meu celular, e mesmo sem internet você consegue ver os horários, linhas, conexões e tipos de trem. Você planeja sua rota em apenas alguns cliques.

Eu digo que viajar pela Europa com o Eurail Pass é muito mais prático e fácil do que viajar de avião ou de ônibus. Sim, as viagens são mais longas, você vai ter mais horas para apreciar a paisagem, mas não tem aquela correria e estresse de aeroporto. Depois de um mês viajando com o Eurail Pass foi difícil voltar a realidade e restrições das companhia aéreas.

Travel With Eurail Pass-7

– 3º » O Eurail Pass vale a pena se você for inteligente na hora montar seu itinerário

Se você vai viajar por apenas dois países fazer o roteiro é facil, basta verificar os horários e opções de trem. Entretanto, se você vai viajar longas distancias e cruzar várias fronteiras a pesquisa é um pouquinho mais complicada e pode envolver algumas surpresas.

O Eurail Pass cobre praticamente toda a Europa, de Portugal à Turquia, subindo para Suíça e até a Irlanda entra na rota, mas a questão é quem nem todas as linhas de trem fazem parte do passe. É aí que muita gente acaba dizendo que o Eurail Pass não vale a pena, porque existem algumas regrinhas a seguir, taxas e cobranças extras que podem pesar no bolso. Sobre as cobranças nos vamos falar no próximo tópico, por enquanto eu quero focar no itinerário. 😉

Nós viajamos por um mês e não fizemos nenhum reserva e não gastamos um tostão a mais. Como? Simples, nós escolhemos viajar com os trens locais e regionais. No aplicativo do Eurail existe uma função que você consegue pesquisar apenas trens sem reserva e sem taxas, e aí que está o segredo da economia. Com os trens regionais você só precisar ir até a estação e pegar o trem, sem burocracia nenhuma. É claro que esses trens são mais lentos e você vai precisar fazer baldeação, mas é aí que está aventura de viajar de trem pela Europa.

O início da nossa viagem foi em Milão e nosso primeiro destino era Paris. Mas antes de chegar na capital francesa nos passamos por Bellinzona [IT], Basel [CH], Mulhouse [FR], Belfort [FR], e depois Paris. Uma jornada de 12 horas com paisagens incríveis do norte da Itália, Alpes Suíços, e os campos da França. Algumas paradas para café, lanchinho, e correria entre uma plataforma e outra para pegar o próximo trem. Se a mesma viagem fosse feita com o trem TGV de alta velocidade [e direto] teria demorado 7 horas, uma opção mais rápida e também mais cara.

Escolher a rota Milão » Paris foi fácil, sem reservas e sem nenhum custo extra. A maioria dos trens regionais estavam vazios, eram bem confortáveis e ainda por cima as estações francesas têm WiFi de graça. Perfeito para blogueiros como nós, ou para postar aquela fotinho no Instagram! 😀

Travel With Eurail Pass-5

Quando fomos de Paris para Amsterdam [e perdemos o trem porque eu estava com uma super ressaca, que feio né!] de novo usamos apenas trens regionais. Nove horas de viagem, 3 trocas de trens e mais uma viagem incrível. Esse é um ótimo exemplo de flexibilidade, como nós perdemos o primeiro trem que tínhamos planejado, tivemos que repensar o trajeto e fazer conexões diferentes. Tudo resolvido após uma simples pesquisa no aplicativo do celular.

Resumo da ópera, você precisa montar seu itinerário de forma inteligente. Há várias opções de rotas e trens se você não se importar com viagens longas e algumas horas de espera entre as estações. Entretanto, se você é do tipo que gosta de viagens rápidas, alta velocidade, poucas paradas vai ter que lidar com reservas online e tarifas adicionais.

Travel With Eurail Pass-8

– 4º » Taxas e tarifas extras que você precisar prestar atenção

Viajar com Eurail Pass vale a pena se você usa o passe sem pagar as taxas e tarifas extras. Sim existem outras valores além do preço do passe, e você deve levar isso em conta na hora de organizar sua viagem. Todos esses custos estão bem explicadinhos lá no site do Eurail, e na dúvida vale a pena mandar um email para eles pedindo socorro.

De onde vem as taxas?

As taxas são referentes a reserva dos trens de alta velocidade, dos trens noturnos [com ou sem cama] e caso você queira reservar um assento na primeira classe.

Quanto custa?

Depende do país em que está viajando e da empresa de trem. Algumas vezes o custo extra de um trem noturno pode ser mais barato que uma noite de hotel, daí você vai ter que fazer as contas. Se economizar dinheiro faz parte dos seus planos, vale a pena levar isso em consideração!

A taxa dos trens de alta velocidade também variam de acordo com o país. Na França e na Itália [os países mais complicados para usar o Eurail Pass nos trens rápidos] você só pode viajar com os trens da TGV ou da Freccia se fizer uma reserva antecipada e isso vai te custar uns bons Euros. Por exemplo, da Itália para França usando TGV a tarifa é de €48 a €80 para 1ª classe, e de €33 a €60 para 2ª classe. Ouchhhh!! Você pode checar a lista completa dos trens de alta velocidade que necessitam de reservas no site oficial do Eurail Pass.

Por outro lado, em países como a Alemanha, Holanda e Suíça você viaja com os trens de alta velocidade sem fazer reserva. O único problema é que se a 1ª classe estiver cheia você vai ter que pegar um assento no vagão de 2ª. Os trens alemães são ótimos, modernos, com free WiFi, bons restaurantes e a gente até ganhou guloseimas de graça! Nós viajamos de Amsterdam para Berlim bem no dia da greve dos Ferroviários Alemães, e mesmo assim não tivemos nenhum problema. Com o Eurail Pass nós apenas seguimos as instruções de novos horários e conexões.

Travel With Eurail Pass-2

– 5º » É barato viajar com o Eurail Pass?

Depois da pergunta “o Eurail Pass vale a pena?”, essa é a segunda pergunta mais difícil de responder. E o nosso veredito é: Sim e Não! Sai barato se você tem tempo para pesquisar as conexões, viajar com os trens regionais e não se importar com longas horas nos trilhos. Nós viajamos com o Eurail Global Pass de um mês, dá uma olhada nos custos:

Gastos com o Eurail Pass

Eurail Global Pass 30 dias – € 917 [por pessoa]

Taxas extras com trem de alta velocidade ou reservas  – € 0

Dias viajando – passamos cerca de 2 dias e meio dentro de trens [55 horas de viagem total]

Se comprasse cada trecho de trem separado

Passagens de trem – € 715 [por pessoa, média feita com o preço da internet usando os trens de alta velocidade e diretos. Não considerando os trens noturnos]

Dias viajando  – seriam em torno de 1 dia e meio de viagem

Mesmo roteiro só que de avião

Passagens aéreas –  €390 [preço médio na internet para as companhias de baixo custo]

 

OBS: Não podemos calcular exato o custo da viagem de avião ou com passagens de trem porque o preço varia muito. Algumas vezes conseguimos ótimos descontos comprando antecipado, outras vezes conseguimos promoções de último minuto. Não tem uma regra geral. Além disso, é preciso considerar o valor do transporte até o aeroporto e o preço da bagagem despachada. Fizemos aqui um calculo simples só para ter uma ideia se o Eurail Pass vale a pena o investimento. Se você quiser os valores exatos precisa fazer uma pesquisa mais detalhada.

Com base nos números, o Eurail Pass não é tão barato assim. Contudo, se analisar o contexto da viagem daí Eurail Pass vale a pena, e o Global Pass é a escolha perfeita para uma viagem longa e sem roteiro fixo [como a nossa]. Se colocar na ponta do lápis custos com cancelamento de voo, remarcar passagem, trocar de destino em cima da hora, excesso de bagagem… Daí o valor do Eurail Pass vale muito a pena.

Travel With Eurail Pass-9

– 6º » Viajar com o Eurail Pass é uma experiência que vale a pena?

Sem dúvida nenhuma!

Não existe maneira melhor de ver, experimentar e explorar a Europa do que de trem. Principalmente com o Eurail Pass que te dá a liberdade e flexibilidade de mudar os planos, ficar mais tempo em uma determinada cidade ou fazer uma rota inesperada. Os trens locais também são uma experiência única, você cruza grandes cidades,  pequenas vilas e aprecia paisagens fantásticas.

Eu diria que o Eurail Pass vale a pena não pela economia de dinheiro, mas pela experiência que te proporciona. Você se sente um morador local trocando de trem em várias estações, pode conhecer novas pessoas e acabar mudando seu roteiro de viagem por causa de uma conversa e uma nova amizade.

Para nós o trem foi parte da viagem. Nós não estávamos preocupados em chegar em determinado lugar, nós queríamos era curtir o caminho até lá. Por isso o Eurail Pass foi perfeito para gente, principalmente porque já sabíamos de todas as regras, não precisamos fizer reservas, nem pagamos taxas extras. Jamais conseguiríamos fazer a mesma viagem voando ou comprando passagens de trem e ônibus de última hora. Nossa rota de um mês fechou assim: Itália » Suíça » França » Bélgica » Holanda » Alemanha » Suíça » França » Espanha.

Travel With Eurail Pass-10

– 7º » Vários tipos de Eurail Pass para diferente estilos de viagem

Agora que você já sabe como usar o Eurail Pass, regras e excessões, o próximo passo é ir até o site e procurar por um passe que combine com seu estilo de viagem. Dá para escolher pela quantidade de países que quer visitar, duração da viagem, para estudantes, e tem até pacote familiar…. Os populares são:

Global Pass para 28 países – você pode comprar para uma viagem de curta duração ou para até três meses. O preço para o passe trimestral vale muito a pena.

4 / 2 ou 1 Country Pass – você escolhe quantos e quais países quer visitar, e a duração da viagem.

Cada passe tem um preço, e para  estudante o desconto é muito bom. Você faz a compra direto no site da Eurail e a postagem para o Brasil é gratuita. Dê uma boa olhada, compare os preços, leia todas as regras. O Eurail Pass só vale a pena se ele combinar com o tipo de viagem e experiência que você quer ter na Europa. Para promoções e descontos relâmpagos fique de olho na página do Eurail no Facebook.

Travel With Eurail Pass-6

Com essas 7 dicas tenho certeza que você vai conseguir decidir se o Eurail Pass vale a pena para roteiro de viagem, ou se é melhor optar por outro meio de transporte. O importante é viajar!!!

Se precisar de mais inspiração para sua Eurotrip aqui no Blog tem várias matérias sobre Espanha, Portugal e Turquia. Ou então que tal explorar o leste Europeu? Sófia na Bulgária é uma ótima pedida! Existem tantos lugares interessantes, cidade lindas e gente legal para conhecer que acho que nossa próxima viagem com Eurail Pass vai durar uns 3 meses. Esse é o tempo permitido pelo nosso visto e também o passe mais longo que o Eurail tem. 😉

E você, já viajou de trem pela Europa? Acha que o Eurail Pass vale a pena? Deixe seu comentário!

OBS 2: Nosso Global Pass foi uma cortesia da Eurail. Mas independente de quem pagou a conta, como sempre você recebeu nossa opinião sincera sobre os serviços prestados pela empresa.

120 Comments

  1. Oi. Adorei ler seu depoimento. Estou planejando uma viagem de 29 dias pela holanda, Belgica, Luxemburgo e Alemanha. Pesquisei e tem um eurail pass que cobre esse itinerário. A questao quue não entendi: Eles vendem para 10 dias em 2 meses. Mas eu estou planejando ficar 3 a 4 dias em cada lugar e fazer pequenas viagens em torno das bases. P. E. Amsterdã pra Antuerpia, depois Ghent e sigo p Bruges. De Bruges sigo para brusselas e dai pra luxembrugo. Vou para Heidelberg, sigo p munique- fussen. Volto a munique e sigo p Nuremberg. Sigo pra Frankfurt- Colonia. Sigo pra Berlim- Desdren, volto a Belim e Rio de Janeiro. Como são varias pequenas viagens mas praticamente de tres em tres dias, SERA QUE O BENEOUX +ALEMANHA VALE A PENA? Poderia me dar alguma orientação? Obrigada

    1. Oi Ana,
      Td bem?
      Esta pergunta só vc pode responder. Precisa levar em conta o que é mais importante para vc, o custo, a conveniência, agilidade….
      Em relação ao custo vc pode checar o preço do Eurail(e taxas) e checar o preço de cada passagem de cada trajeto com as empresas de trem de cada país, daí compara para ver o que sai mais em conta.
      Pensando no conforto e conveniência nós preferimos o Eurail Pass.
      Abs

  2. olá Natalie e Robson, parabéns pelo blog, tirou muitas dúvidas que tinha. Mas ainda estou com uma dúvida do Eurail pass. Em janeiro vou para Milão a trabalho e vou aproveitar a oportunidade para ficar 12 dias passeando, penso em ficar só entre Itália e Suiça, então no caso eu teria que comprar o passe de 2 países, mas estou com dúvida quanto aos dias, é contabilizado como “dia de viagem” se me locomover entre cidades do próprio país ou esses dias são contados só quando cruza os países? Entre esses 12 dias eu viajaria dia sim, dia não, ficando de um dia e meio a dois em cada cidade. Agradeço muito se puderem me ajudar com esta dúvida. Abs

  3. Oi, Natalie e Robson, tudo bem?
    Gostaria de saber sobre dicas de hospedagem durante a viagem, em todas as cidades.
    Obrigada e parabéns pelo trabalho!

Post a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *