Sapa, Vietnã » Roteiro de Viagem e Caminhada nos Terraços de Arroz

Some of our links are affiliated, we will earn a commission when you buy a service or product. This will have no extra cost for you. For further info please refer to our Privacy Policy

Aventure-se pelas montanhas de Sapa, Vietnã.

Passo a passo conquistamos mais uma montanha! A longa caminhada e a beleza de Sapa eram de tirar o fôlego. Estávamos cansados, mas em êxtase. Durante os dois dias de caminhada pelas montanhas de Sapa, Vietnã, passamos por terraços de arroz construídos há centenas de anos, visitamos vilarejos e conhecemos um pouco da história e da vida das tribos do Vietnã. Mais uma viagem dos sonhos que se tornou realidade!

O barulho da água correndo entre os terraços e o canto dos pássaros foram a trilha sonora da nossa caminhada pelas montanhas. Começamos o trekking em Sapa as 9 horas da manhã, nosso guia nos encontrou no centro da cidade e de lá começamos nossa trilha pelas montanhas do Vietnã. O sol estava alto fazendo os terraços de arroz parecerem espelhos gigantes refletindo o céu.

Em menos de uma hora de trekking percebi a diferença entre um bom tour de trekking em Sapa, e os passeios/caminhadas que são oferecidos nas ruas da cidade. Depois que saímos do centrinho de Sapa não encontramos mais ninguém, tínhamos as montanhas e a trilha só para nós. Em cada vila que passamos nosso guia nos deu uma aula de história, cultura, e a importância do turismo responsável nas montanhas de Sapa, Vietnã.

Estávamos rodeados por natureza, búfalos, patos, javalis e campos de arroz. Sapa revelou toda a sua beleza. Passamos por crianças indo para escolas, adultos trabalhando nos campos, e mulheres sentadas no topo das montanhas bordando e costurando, apreciando os terraços de arroz construídos e cultivados por várias gerações.

Caminhando pelas montanhas de Sapa, Vietnã, você vai entrar em contato com várias tribos das montanhas.

A tribo mais conhecida das montanhas de Sapa, Vietnã é a Hmong. As mulheres da Hmong tribo são conhecidas pelos bordados e roupas étnicas.

1º Dia de caminhada em Sapa, Vietnã:
Perdidos nos terraços de arroz!

Eu e o Rob estamos acostumados a correr, encarar as longas trilhas foi tranquilo. A nossa caminhada em Sapa começou as 9 da manhã e a primeira etapa acabou por volta do meio dia. Essa foi a pernada mais longa, 9 quilômetros em 3 horas. O esforço valeu a pena, nossa primeira parada foi para o almoço!

O restaurante era bem simples, no meio da trilha. A comida ficou pronta rápida, no cardápio frango frito com legumes, porco, rolinho primavera, tofu, omelete e saladas. Comida suficiente para gente e pro gatinho que dormia embaixo da mesa.

Barriga cheia, hora de recomeçar a caminhada em Sapa. A segunda etapa do trekking durou cerca de uma hora e a segunda parada foi em uma vila da tribo Hmong, pausa estratégica para aprender sobre Batik.

Rob estava caindo do sono e resolveu ficar só assistindo minha performance artística. Zi, uma senhora da tribo Hmong me ensinou a fazer a pintura de tecido chamada Batik. Primeiro derrete-se a cera de abelha, depois preparar-se o tecido, e por último desenhamos no pano com uma “caneta” de madeira e a cera quente. Olhando parecia fácil, mas quando fui testar minhas habilidades percebi o quão difícil e delicado o trabalho é.

Mergulhe na cultura de Sapa, Vietnã. Aprenda sobre o estilo de vida das tribos e o artesanato que produzem.

Depois de desenhado, o tecido é tingido por semanas, uma mistura de água e índigo, uma planta da região que dá a cor azul escuro. Depois o tecido é fervido para derreter a cera e os espaços em branco criam desenhos geométricos. Zi me explicou que o trabalho começa como o tecer de uma palha [eles tem uma planta que dá fios longos e resistentes], depois os pedaços de tecidos são costurados formando roupas, colchas e toalhas. Daí vem a etapa da pintura Batik, o tingimento e depois ainda é preciso polir o tecido pronto. Trabalho incrível, passado de geração a geração por centenas de anos.

Detalhes de quem nasceu nas montanhas de Sapa, Vietnã e dedicou a vida a pintura Batik.

Momentos e imagens inesquecíveis da nossa viagem a Sapa, Vietnã.

Compartilhamos risadas e conhecemos um pouco da história da Zi. Depois de quase duas horas na casa dela seguimos caminhando pelas montanhas de Sapa no Vietnã. O sol já estava se pondo quando chegamos em uma casa charmosa onde fomos recebidos pela Moo e os três filhos. Hora de descansar e refletir sobre tudo que aprendemos durante a viagem.

Moo estava nos esperando com um escalda pés, tudo que eu precisava depois do longo dia de trekking. Na bacia uma mistura de ervas e água quente, e nossas cadeiras estrategicamente posicionadas de frente para os terraços de arroz. Perfeito!!

Depois de um longo dia de caminhada pelos terraços de arroz de Sapa, Vietnã, nada melhor que um escalda pés e descanso.

Como é dormir em uma casa de família nas montanhas de Sapa?
Uma experiência inesquecível!

Não tenho palavras para descrever o quão interessante e única foi a experiência de dormir na Victoria Homestay, nome oficial da casa da família de Moo. Quando reservamos o tour e decidimos pernoitar na casa de uma família em Sapa, eu pensei que dormiríamos no chão, ou em uma cama mega dura, com mosquitos, sem chuveiro. A casa de Moo era simples, mas tudo muito organizado e limpo. Tivemos uma cama grande e macia para dormir, mosquiteiro, chuveiro de água quente e até produtos de higiene para usar. Muito fofo e caprichado.

Dormir em uma casa de família em Sapa, Vietnã foi uma experiência única e inesquecível.

Moo é uma mulher interessante, cheia de energia e determinada. Ela fala o idioma da tribo, vietnamita e inglês, e aprendeu tudo sozinha, sem ir para escola. Casada e com 3 filhos, ela trabalhava vendendo os bordados e tecido na cidade de Sapa. Há alguns anos começou a hospedar viajantes, e no ano passado Moo assinou um contrato com a Buffalo Tours para ser a casa de família oficial dos tours de trekking em Sapa.

O negócio cresceu, a casa melhorou, as crianças frequentam a  escola, e hoje ela divide sua cultura e hábitos com viajantes do mundo todo. Ela nos recebeu de braços abertos, com uma comida deliciosa e muito carinho. Quando ficou sabendo que eu sou vegetariana mudou todo o cardápio do jantar só para que eu pudesse ter mais opções. O Rob também foi paparicado, o marido da Moo trouxe carne de búfalo especialmente para o Rob provar.

Durante nossa viagem a Sapa, Vietnã provamos várias comidas locais, alguns estranhas e muitas deliciosas.

A temperatura despencou durante a noite, ainda bem que o vinho de arroz nos manteve aquecidos. O jantar acabou e os dois pequenos correram para televisão, enquanto isso a filha mais velha de Moo sentou sob a luz de uma lamparina e começou a bordar. Mi está com 10 anos e precisa aprender a costurar, cozinhar e bordar, habilidades muito importantes para conseguir um bom casamento. Daqui uns anos algum menino da tribo vai “rapta-la” e leva-la para casa dele onde a futura sogra vai checar se a menina é habilidosa e se será uma boa esposa. Moo passou por isso quando tinha 16 anos e agora está preparando a filha para o mesmo futuro e as mesmas tradições.

As 9h da noite já estávamos dormindo e as 6 da manhã o despertador tocou. Moo serviu café com panquecas e tivemos que deixar a preguiça de lado para encarar mais uma dia de trekking em Sapa.

A família que nós hospedou em Sapa, Vietnã. Adoramos passar a noite na Vitoria Homestay.

2º Dia de caminhada em Sapa, Vietnã:
Floresta de bambu e muito suor!

As montanhas de Sapa e os terraços de arroz são lindos de manhã cedo. O sol nascendo e a neblina por entre os morros formam uma paisagem de cinema. O segundo dia de caminhada era para ser mais rápido, mas a trilha foi bem difícil. Muita lama, sobe e desce, morrebas e cachoeiras. A paisagem mudou muito, de terraços de arroz com búfalos e patos até florestas de bambu e rios.

Durante nossa caminhada pelas montanhas de Sapa, Vietnã, passamos por lugares lindos!

Foi uma manhã puxada, caminhamos quase 4 horas e ao meio dia eu estava cansada, suada e com fome. Lá pela 1 da tarde nosso tour nas montanhas de Sapa terminou. Deixamos para trás os arrozais e vilas, e voltamos para a cidade na hora do almoço.  

A última refeição do tour foi no Restaurante Indigo, comida local e cerveja gelada. Saúde!! Completamos nossos dois dias de caminhada pelas montanhas e vilas de Sapa, Vietnã. Foi uma experiência inesquecível, como eu sempre sonhei. Nosso guia conduziu o tour com conhecimento e amor pela região. A família de Moo foi muito atenciosa e a natureza espetacular…

Dicas e recomendações para planejar sua viagem em Sapa, Vietnã!
» Sapa: onde fica e o que é?

Sapa fica bem no norte do Vietnã, quase fronteira com a China. É um dos pontos mais altos do país e as montanhas são habitadas por tribos étnicas. Minorias que chegaram no Vietnã há centenas de anos e construíram os famosos terraços de arroz. Campos de arroz que ficam literalmente pendurados nas montanhas. Os degraus na parede das encostas foram construídos a mão, uma técnica passada de geração para geração.

» Como chegar em Sapa, Vietnã?

Você pode chegar em Sapa de ônibus/carro/moto ou de trem. A viagem de carro de Hanói a Sapa leva apenas 3 horas [demora um pouco mais de ônibus ou moto]. Mas eu não recomendo ir para Sapa de ônibus, você não vai conseguir relaxar nem descansar. Os motoristas são malucos e buzinam o tempo todo. Acredite, nós viajamos de ônibus no Vietnã e não foi uma boa experiência. 🙁

Como chegar em Sapa, Vietnã? Nós escolhemos o trem noturno de Hanói para Sapa.

Nós fomos de Hanói para Sapa de trem e curtimos muito. O trem é de noite, com camas confortáveis e preço justo. Pagamos 335.000 Dongs ( + – R$ 54)  por pessoa em cabine para 4. O trem até balança, mas dormimos bem. Os horários do trem de Hanói para Sapa você encontra no site oficial.  

O único lado ruim de ir de trem para Sapa é que o ponto final do trem é em Lao Cai [uma cidade perto de Sapa], e de lá você precisa pegar um ônibus ou van até a cidade de Sapa. Negocie o preço da passagem antes de entrar na van. Em geral eles cobram de 40 a 50 mil Dongs por pessoa. Nós tivemos problemas como o nosso motorista, quando chegamos em Sapa ele quiz cobrar a mais, daí rolou discussão, ele quase partiu para agressão e foi aquele bafão no meio da rua. A primeira impressão de Sapa foi péssima 🙁

» Qual é a melhor época para viajar para Sapa, Vietnã?

Tudo depende do que você quer fazer e ver. Nós fomos no final de março e pegamos os terraços sendo preparados para o plantio do arroz. A temperatura durante o dia estava quente mas confortável, a noite ficou mais friozinho.

Em Sapa, Vietnã, além dos terraços de arroz você pode contemplar a natureza e vários jardins floridos.

Junho é o melhor mês para ver os terraços verdes e cobertos de arroz. Só esteja preparado para chuva e muito calor. Julho e agosto a chuva dá uma diminuída, mas o calor continua. Se você quer ver os campos com tons dourados prontos para colheita, a melhor época para viajar para Sapa é setembro, só que nessa época a cidade e as montanhas ficam lotadas, é a alta temporada em Sapa. Dezembro e janeiro é inverno, frio, muita neve e nenhum atividade nas montanhas.

» Quantos dias para visitar as montanhas de Sapa?

É difícil dizer exatamente quantos dias você precisa para visitar e fazer trekking em Sapa. Vou ser sincera, as montanhas são lindas e a caminhada é fantástica, mas além disso não tem muita coisa pra fazer em Sapa. Os hotéis e restaurantes são bem mais caros que as outras cidades do Vietnã, e o pessoal na cidade tenta te vender de tudo a toda hora, e isso enche o saco. Acredito que 2  a 3 dias são mais do que suficientes para visitar Sapa.  

Se viajarmos para o Vietnã de novo vamos planejar nossa viagem a Sapa de maneira diferente. Escolheríamos uma cabine de trem mais confortável e  pediríamos para a empresa de tour nos buscar na estação de trem de manhã cedo, faria o tour de dois dias de caminhada em Sapa, e no final do segundo dia voltaria de trem para Hanói. Prefiro gastar mais em um bom tour  e bom trem, do que ficar na cidade de Sapa.

»  Como escolher o melhor tour de trekking/caminhada em Sapa, Vietnã?

Existem vários tipos de tour nas montanhas de Sapa. Alguns oficiais, outros ilegais, 1 dia, 2 dias, com hospedagem em casa de família, com guia, sem guia….

1ª Recomendação: fique ligado na hora de escolher o tour em Sapa e preste atenção se você está ajudando a comunidade ou explorando os moradores de lá. Eu sei que esse papo de turismo responsável é chato e muita gente nem dá bola. Mas faça a sua parte! O turismo em Sapa está crescendo muito rápido e desorganizado, por isso ajude a preservar a natureza e os costumes das tribos.

Nós fizemos o tour em Sapa com a Buffalo Tours, uma empresa que opera passeios e viagens no Vietnã e no Sudeste Asiático [foi com eles que fizemos o trekking in Chiang Mai na Tailândia e amamos]. Por que escolhemos a Buffalo? Porque é uma empresa séria, sabíamos que o tour seria bem organizado, privado, com guia local e que estaríamos respeitando e ajudando a comunidade. 

» Onde ficar em Sapa, Vietnã? Hotel ou casa de família?

Há muitos hotéis em Sapa. A cidade parece uma canteiro de obras com hotéis sendo construídos a cada esquina. Na primeira noite ficamos em uma pousada chamada Aseana, e foi péssimo. O quarto era grande, mas sujo e a cama era mais dura que pedra.

Os melhores sites para pesquisar e reservar hotel em Sapa e no Vietnã: Agoda e o Booking.com. Eles têm várias opções, para todos os bolsos e gostos. Se reservar um tour de trekking pode optar por dormir em uma casa de família e conhecer um pouco mais da realidade das tribos das montanhas.

Curtiu?! Compartilhe ou salve no Pinterest!!

Aventure-se pelas montanhas de Sapa, Vietnã. Como planejar seu roteiro de viagem para Sapa, guia para as caminhas nos terraços de arroz, hospedagem em casa de família e muito mais. Dicas, recomendações e tudo que você precisa saber antes de viajar para o Vietnã e para as montanhas Sapa.

Agora que você já sabe tudo sobre as montanhas de Sapa, como chegar, onde ficar e como escolher o melhor tour de trekking, é hora de planejar sua viagem! Espero que nossa história te inspire a conhecer esse lindo pedaço do Vietnã.

Se o seu roteiro de viagem pelo Vietnã inclui a cidade de Saigon, dê uma boa lida no nosso guia sobre o que fazer em Ho Chi Minh. Durante nossas aventuras pelo Vitenã passamos pela histórica Hoi An [onde fizemos um tour de Vespa] e pela incrível Hanói, confira a matéria para dicas do o que fazer na capital do Vitenã.  Precisa tirar o visto de turista para Vietnã? Não se preocupe, também temos uma matéria explicando como fazer o visto para Vietnã  online, o jeito mais rápido e seguro. E não se esqueça de reservar seus hotéis no Vietnã através dos links aqui da matéria, assim você ajuda o Love and Road.

Alguma outra dúvida sobre as caminhadas e como montar seu roteiro de viagem para Sapa, Vietnã? Deixe seu comentário!

 

 

18 Comments

  1. Parabéns pelo blog Natalie! Que bom saber que curtiram Sapa, é realmente um lugar muito bonito.
    Queria deixar uma dica aqui, um lugar muito interessante e que vale super a pena visitar na região é o Bac Ha Market. É uma feira que acontece aos domingos onde se vê de tudo pra vender. Várias pessoas de diversas tribos vão lá e a mistura de cores, principalmente dos Flower Hmong, é fantástica. Recomendo chegar um dia antes e no dia seguinte ir cedo ao Bac Ha Market para evitar os turistas que chegam em tours.

  2. Oi Nat! Parabens pelo blog!! Estou montando um roteiro para o Vietnã, mas tenho apenas 11 dias no total.. Quais cidades você acha que posso deixar de fora? Estava louca para conhecer Sapa, mas a época que vou é no inverno, acho que não vale a pena, né?? =/

    1. OI Netércia!
      Bem-vinda ao Love and Road, fico feliz que curtiu o blog 🙂

      Então Sapa é muito legal, mas o inverno não é a melhor época para visitar. A cidade de Sapa recebe bastante turistas entre Dezembro e janeiro,mas os terraços de arroz não vão estar bonitos e se nevar não é fácil para fazer as caminhadas… No inverno os viajantes sobem para Sapa na esperança de ver a neve.

      Em um roteiro de 11 dias acho legal incluir uns 3 dias em Ho Chi Minh, 2 em Hoi An, 3 em Hanói, e se conseguir o passeio de dois dias e uma noite em Halong Bay. Entre novembro e dezembro é o inverno no Vitenã, então no norte (Hanói, Sapa e Halong Bay) vai estar friozinho, mas seco. Já no sul (Ho Chi Minh) a temperatura vai estar mais quente.
      Dá para viajar de trem noturno entre a maioria das cidades, ou para economizar tempo você pode voar. A única cidade que não tem aeroporto é Hoi An, mas você pode voar até Da Nang e de lá pegar um ônibus (cerca de 1 hora).
      Acredito que essas cidades são as principais e com as melhores atrações… E você vai conseguir aproveitar bem e experiementar diferentes partes do Vitenã. Você já leu nossas outras matérias sobre o Vitenã?
      Tem um post explicando como tirar o visto de turista, um sobre Hanói, um sobre Ho Chi Minh e um outro post sobre Hoi An (minha cidade preferida no Vitenã).

      Espero ter ajudado, qualquer coisa é só escrever…
      Abraços,
      Nat

  3. Oi Natalie
    Estou planejando minha viagem para o Vietnã, em abril deste ano, e estou tentando incluir Sapa no roteiro, porém eu teria somente 1 dia e meio lá e meu preparo físico é praticamente zero. Será que vale a pena? As caminhadas são muito puxadas (com muitos sobes e desces e escorregadias ou com pedras?) Será que ficando somente este tempo eu conseguiria ver os campos de arroz?
    Muito obrigada pela atenção
    Tereza

  4. Olá, gostaria de saber o preço médio que foi pago nesse pacote com a Buffalo Tours e se existe uma antecedência para a compra do pacote.

    Abraços!!

  5. Boa noite,
    Acabei de ler e simplesmente adorei tudo o que escreveu e espero sair de Sapa com a mesma ideia.
    No entanto, gostaria de saber como se consegue ficar em casa de familia, por exemplo, a mesma em que esteve, Victoria Homestay.
    Att,
    Isabel Miranda

  6. Ola 🙂 Estou adorando ouvir as vossas historias 😉
    Em breve irei mais um amigo para Hanoi, iremos fazer Hanoi, depois todo Vietnam pela costa e chegar ate camboja, bem vai ser uma grande viagem de quase dois meses. O que nos sugerem fazer? alguma dica importante para a nossa viagem? Obrigadoo

  7. Olá!! Adorei seu post. Também estava pensando em fazer trekking em Sapa e fiquei em dúvida do que fazer com as malas. Caso vc fique em uma casa de família, como sobe a montanha com suas malas juntas? Obrigadinha.

Post a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *