Marrocos: Viagem dos Sonhos e Choque Cultural

Our first time in morocco 1

Nossa primeira vez no Marrocos, nossa viagem dos sonhos. Noites árabes, comida incrível e o primeiro choque cultural.

Desde que começamos nossa aventura Love and Road  nós sonhamos em viajar para o Marrocos. Para mim essa seria uma experiência única. O que aconteceu na verdade foi um choque cultural muito grande, demorou alguns dias para relaxarmos e descobrirmos a magia e beleza que existe nesse país tão antigo.Our first time in morocco 2

Se você acompanha nossa aventura já deve saber que chegamos em Marrakech depois de esperar 24h por um voo. Se você é novo por aqui, a história completa da nossa 24h de espera você encontra aqui.

Estávamos exautos, com fome, suados e em um país completamente diferente. Logo na chegada eu cometi um grande erro, falei para o agente da alfândega que eu era jornalista. Ele me encheu de perguntas, o que estava fazendo ali, se eu tinha câmera de vídeo, se estava trabalhando para alguma empresa… Só parou o interrogatório quando eu insisti que era apenas uma viagem de férias e que estava com meu marido, daí apontei para fila atrás de mim onde o Rob estava.

Definitivamente não foi uma Boas-Vindas!

Pegamos as mochilas, trocamos dinheiro e fomos para o ônibus que liga o aeroporto à cidade. Quarenta minutos depois de aterrizar nós já estavámos a caminho da Medina, o coração de Marrakech.

Minha viagem dos sonhos começava a se tornar realidade. Nossa primeira vez no Marrocos! Camelos, oliveiras, laranjais e os muros da cidade antiga, um cenário novo a se desvendar em frente do meus olhos.Our first time in Morocco 3

Eu não tenho bem certeza, mas acho que descemos do ônibus por volta das 11h da manhã. No mesmo instante que colocamos nossos pés para fora do transfer um grupo de meninos, alguns homens e taxistas correram ao nosso redor e começaram a nos dar dicas, informações, oferecendo para nos levar ao lugar certo “só porque eles eram boas pessoas e queriam ajudar”, ou então “nos guiar pela cidade”…

Eu sabia que seria assim, mas no fundo eu não estava preparada.

Minha vontade é gritar “Saiam daqui!” Eu não sei o que acontece comigo, mas odeio me sentir encurralada, ameaçada. Eu não queria ser mal educada, nem rude, mas estava tão cansada que a ultima coisa que queria era cair em “golpes turísticos” de que tanto a gente ouve falar.

Finalmente nós conseguimos sair daquele enrosco e com o celular em mãos (Obrigada Google Mapas) começamos a explorar a cidade e encontrar nossa Riad (esse é o nome que eles dão aos pequenos hoteis). No caminho mais pessoas ofereceram seus serviços de guias e nós continuávamos a repetir: “No, no. Merci!”Our first time in Morocco 4

A caminhada até a Riad foi super dificil pra mim. Vocês sabem, eu sou brasileira, estou acostumada com a vida simples, favelas, pessoas mendigando… Mas eu não estava preparada para Marrocos.

Muitas crianças pedindo dinheiro, dormindo na rua, nos cantos. Senhoras bem velhinhas e pessoas doentes sentados nas calçadas e ao redor das mesquistas mendigando. Tudo muito sujo…

Eu senti uma tristeza invadir meu coração. Nossa primeira vez no Marrocos estava sendo uma lição para mim, meu primeiro choque cultural!Our first time in Morocco 5 Graças a Deus nossa Riad era limpinha, bonita e as pessoas super simpáticas. Aquela hora eu já estava pra lá de desanimada com a minha viagem dos sonhos. O que eu mais queria era um banho, uma abraço e cama. Mas o que recebi foi bem mais que isso! A senhora que cuidava da Riad foi muito gentil e nos ofereceu um café da manhã caprichado.Our first time in Morocco 6 After some good hours of sleep I was a new person. At that moment I realized that Rob wasn’t

Depois de algumas horas de sono eu era uma nova pessoa. Foi aí que percebi que o Rob também não estava legal. Marrocos também causou um forte impressão nele. Me lembro de conversar com ele pra ver se ele ficava mais animado:

— Amor, vamos dar mais uma chance para Marrakech. Eu sei que não tivemos uma boa primeira impressão, mas vamos sair para jantar. Vamos tentar relaxar e aproveitar!

Nós fomos tão tolos que saimos do albergue só com a carteira de dinheiro. Sem câmeras, sem bolsas, morrendo de medo que a cidade seria perigosa. Assim que pisamos fora da viela em que ficava a Riad nós mergulhamos de cabeça em um mundo completamente diferente.

De repente eu estava no meio das 1001 Noites Árabes, como nos filmes. Música, sultões, chás, aromas, sabores e cores. Uma nova Marrakech, a cidade que eu sonhava em conhecer.Our first time in Morocco 7

Inacreditável, eu estava me sentindo segura, cheia de energia, encantada com a fumaça, com os sons, como se uma mágica pairasse no ar. Até os “homens de negócio” tentando vender seus produtos ou tentando nos “ajudar” pareciam menos agressivos e gentis. Eu definitivamente recomendo chegar em Marrakech no horário da noite.

No meio da Medina está a Praça Jemaa El-Fna, a melhor parte de Marrakech. Barracas de comidas, carrinhos de chás, dançarinas, encantadores de serpente e eu, perdida ali no meio em êxtase!Our first time in Morocco 8

Um sujeito sorridente do restaurante nº 26 veio até nós conversando em italiano, nós rimos. Ele tentou espanhol e errou de novo. Então sorriu e anunciou: Brasil! É claro que ele iria acertar, e em menos de três segundos ele e Rob apertaram as mãos e nós prometemos voltar ali para jantar.

Eles são profissionais na arte de vender e negociar! É incrível!!

Mais uma caminhada pela praça e voltamos até a barraca do nosso amigo. Eu fico triste por não lembrar do nome dele. O jeito com que ele nos tratou e a comida que nos serviu marcou o recomeço da viagem.

O sabor daquela janta nos levou a uma nova dimensão, um lugar único e especial que você só encontra no Marrocos!Our first time in morocco 9 our first time in morocco 10a   Next Post: Secrets of Marrakech: what to do and what to avoid

4 comentários em “Marrocos: Viagem dos Sonhos e Choque Cultural”

Deixe um comentário