Nosso guia de Madrid – Parte II

Some of our links are affiliated, we will earn a commission when you buy a service or product. This will have no extra cost for you. For further info please refer to our Privacy Policy

Palácio de Cristal del Retiro, em Madri.

Rob e o Palácio de Cristal del Retiro.

Madrid, artes e museus na capital espanhola

Madrid tem tanta coisa para se fazer e ver que não poderíamos escrever somente um post sobre a cidade. Eu tentei, juro, mas continuamos adicionando mais e mais informações. A verdade é que amamos a capital espanhola, então queremos compartilhar nossa boa experiência. Tirando o frio, nossa estadia em Madrid foi sensacional.

No último post de Madrid escrevemos sobre onde ficar e os lugares que você deve visitar. Agora chegou a hora de falar sobre arte. Eu amo!!!! Na verdade não somos experts em arte, mas adoro ficar admirando as belas pinturas, esculturas, desenhos e principalmente aprender com eles. História e arte estão fortemente ligadas, então quando você chegar à um desses museus ou galeria de arte se prepare para uma viagem no tempo!

Apenas uma observação antes de começarmos: todos os locais mencionados são acessíveis por metrô ou ônibus. Na maior parte do tempo nós caminhamos, a arquitetura é linda e andando você encontra vários segredos pela cidade. Mas se você prefere poupar as pernas, recomendo usar o metrô. Madrid tem 10 linhas, um sistema super fácil de entender e usar. Para mais informações verifique o site ou em centros de atendimento nas estações.

 

Arte e museus:

Museu do Prado, em Madri.

Museu do Prado.

– Museo del Prado ♥♥♥

Endereço: Paseo del Prado, s/n

Como chegar: metrô Banco de Espanha (L2) e metrô Atocha (L1), ônibus: 9, 10, 14, 19, 27, 34, 37, 45

Horário: segunda-feira à sábado das 10h – 20h. Domingo das 10h – 19h.

Tickets: 14€ ou 7€ meia entrada. Entrada gratuita: segunda à sexta-feira das 18h – 20h, domingo das 17h – 19h.

Website

O museu do Prado é reconhecido como a maior galeria de arte do mundo. Abriga 8.600 pinturas mas só pode exibir cerca de 2 mil por falta de espaço dentro do museu. Lá você encontra peças dos maiores artistas espanhóis como Velázquez, Goya e El Greco, e também de artistas de vários países como Rembrandt, Sandro Botticelli e Rafael. Além das pinturas você pode apreciar esculturas, arte sacra e móveis incríveis. Mesmo se você não gosta muito de arte a visita ao museu vale a pena. O próprio prédio do museu é uma obra prima!

Aqui vai uma dica para economizar grana: organize sua agenda para chegar no Prado por volta das 4h no domingo e 5h nos demais dias, provavelmente já terá fila mas daí você pega um café e aguarda um pouco. A entrada é de graça e enquanto espera na fila tem a oportunidade de conhecer várias pessoas. Muitos turistas não sabem da entrada gratuita pois foi pensada para incentivar os espanhóis a visitarem os museus.

Mulher posando em frente ao Museu Nacional Centro de Arte Reina Sofia, em Madri.

Museu Nacional Centro de Arte Reina Sofia.

– Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofía 

Endereço: Santa Isabel . 52

Como chegar: metrô Atocha (L1), ônibus: 6, 8, 10, 14, 19, 24,26, 27, 32, 34, 36, 37, 41, 45, 47, 54, 55, 57, 59, 60, 78, 85, 86, 102, 116, 118, 119, 141, 148, 247

Horário: segunda-feira à sábado das 10h – 21h, domingo das 10h – 19h. Terça-feira fechado.

Tickets: 8€, meia entrada 4€. Entrada gratuita : sábado: 14:30h – 21:00h, domingo: 10h – 14:30h, segunda à sexta feira: 19h – 21h.

Website

O museu Reina Sofia foi inaugurado em 1990 pelo Rei Juan Carlos I & Rainha Sofia e se tornou um dos mais importantes espaços para arte moderna na Europa. Lá você pode apreciar o trabalho de importantes artistas do século 20 como: Dali, Miró e Picasso. O museu expõe peças de diversos artistas mas sem dúvida a peça mais importante é “El Guernica” de Pablo Picasso . A pintura sobre a guerra civil espanhola foi feita em 1937 para uma exibição internacional em Paris e impressiona pelo tamanho ( 3,50m x 7,83m) e pela mensagem.

A fila para a entrada gratuita no Reina Sofia não é tão grande como no Prado mas sugiro chegar uns 30 minutos antes para conseguir um mapinha do museu. Existem dois acessos ao museu, entre pelo prédio antigo e quando cansar de andar vá até o último andar do prédio novo e descanse no terraço.

CaixaForum Madrid.

CaixaForum Madrid.

   

– CaixaForum Madrid 

Endereço: Paseo del Prado, 36

Como chegar: metrô Banco de Espanã (L2) e Atocha (L1), ônibus: 9,10,14,19, 27, 34, 45

Horário: Todos os dias das 10h – 20h.

Tickets: 4€, acesso a todas as exposições.

Website

Este é um lugar muito legal para visitar! Quando estiver caminhando pelo Paseo do Prado talvez você passe na frente e nem note , mas por favor pare e entre! O prédio é de uma antiga estação de energia elétrica que foi transformado em um centro cultural que expõe trabalhos de arte moderna, poesia e música.O design do prédio é demais com muito aço e um jardim suspenso.

Dentro você vai encontrar exposições temporárias, uma livraria e uma cafeteria. Em nossa visita pegamos a exposição de fotos “Gênesis” do Sebastião Salgado e “ 25 anos de animação” dos Estúdios Pixar. Para saber o que está rolando é só visitar o site Caixa Forum ou entre sem saber e se surpreenda!

Teatro Real de Madrid.

Teatro Real (El Real).

– Teatro Real de Madrid 

Endereço: Plaza de Oriente, 5

Como chegar: metrô Ópera (L5), ônibus: 3,25,39, 148

Horários: segunda-feira à domingo das 10:30h – 13:00h (visitas guiadas a cada 30 minutos)

Tickets: 8€, meia entrada 6€. Preço para o tour “normal”.

Website

Este é o maior teatro para óperas na Espanha. Levou 32 anos para ser construído e pode receber até 1.800 expectadores. Sua fachada é impressionante fica de frente para o Palácio Real. Entre eles está a Praça do Oriente, um lugar muito legal para relaxar e apreciar a bela arquitetura ao redor.

O teatro foca em produções espanholas, tem o próprio corpo de balé e gradativamente está aumentando o número de óperas produzidas na casa. Toda as informações sobre as produções podem ser encontradas no site. Lá você também encontra tudo sobre as visitas guiadas (normal, artística, técnica e noturnas).

Museu Naval de Madrid.

Museu Naval.

– Museo Naval 

Endereço: Paseo del Prado, 5

Como chegar: metrô Banco de España (L2), ônibus: 1, 2, 14, 27, 37, 51, 146, 150, 202, 522

Horário: terça-feira à domingo das 10h – 19h, em Agosto das 10h – 15h.

Tickets: 3€

Website

Essa é outra atração escondida entre os prédios antigos do Paseo do Prado. Logo após o Museu do Prado você vai ver o sinal da Armada Espanhola, entre e seja surpreendido com os diversos barcos e cartas náuticas. Muita informação sobre a Marinha Espanhola e todas as grandes descobertas feitas nos séculos passados.

Rob, que adora barcos e tudo o que tem a ver com o mar, parecia uma criança lá dentro. Super organizado e decorado, o museu é uma viagem ao passado com antigos instrumentos náuticos, cartas, réplicas e partes de caravelas.

 

Parques e natureza:

Parque do Retiro, em Madri.

Parque do Retiro.

– Parque del Retiro 

Endereço: Plaza de la Independencia, s/n

Como chegar: metrô Retiro (L2), Príncipe de Vergara (L2 e L9), Ibiza (L9) e Atocha (L1), ônibus : 1, 2, 9, 15, 19, 20, 28, 51, 52, 79, 146, 202

Horário: Verão – segunda-feira à domingo das 6h – 0h / Inverno – segunda-feira à domingo das 6h – 22hh

Tickets: Entrada gratuita

O parque é tão grande, tão bonito e com tantas coisas para se fazer que você pode passar dias lá.

Assim como os espanhóis, compramos sanduíche de queijo e “jamon”, sucos, frutas e fomos fazer um piquenique no parque. Depois um cochilo, a famosa “siesta”, e você está pronto para descobrir o “ El Retiro”. Cheio de famílias, turistas, atletas e cães, o parque é perfeito para aqueles que querem relaxar, se perder nos jardins de rosas ou alimentar os pavões. Tem atividade para todos!

Lá você encontra uma das poucas estátuas do mundo dedicadas a Lúcifer, e essa é só uma das peças de arte que você vai ver. Andando pelo parque você vai passar por três lagos e dois palácios. Um deles é o Palácio de Cristal, todo feito de aço e vidro, o outro é chamado Palácio Velázquez, os dois são abertos ao público com exposições de arte.

Para visitar o parque levamos aproximadamente 3 horas, centenas de fotos e dois sorvetes. Não esqueça de levar uns trocados, os artistas de rua vão roubar sua atenção e umas gorjetas serão merecidas.

Madrid Río (Sector Central) Park.

Neste parque você corre ou caminha ao longo do Rio Manzanares.

– Madrid Río (Sector Central) 

Endereço: ao longo do Rio Manzanares

Como chegar: Norte da cidade- metrô Príncipe Pío (L6, L10) e Puerta del Ángel (L6). Centro da cidade – metrô Pirámides (L5), Marqués de Vadillo (L5) e Usera (L6). Sul da cidade – metrô Legazpi (L3)

Horários: Todos os dias – 24 horas

Tickets: Entrada gratuita

O Parque nasceu em 2003 quando um grande projeto transformou a rodovia M-30 num sistema viário subterrâneo, demorou cinco anos para ficar pronto, mas o resultado é impressionante. O parque tem 10 km de comprimento nas duas margens do rio Manzanares, uma área antes usada só para carros virou um lugar com muito verde e lazer para a população.

Ciclovias, quadras esportivas, parquinhos para crianças, academias ao ar livre, espaços culturais e muitas árvores fazem deste parque um lugar único. Ele conecta 6 bairros e vai até a Casa de Campo, outro grande parque em Madrid. Eu não visitei o parque porque estava com uma dor nas costas terrível. A mochila pesada estava me matando. O Rob foi correr no parque e adorou.

Casa de Campo, em Madri.

Casa de Campo.

– Casa de Campo 

Endereço: Avenida de Portugal, s/n – Casa de Campo

Como chegar: metrô Lago (L10) e Casa de Campo (L5, L10), ônibus: 33

Horários: todos os dias – 24 horas (para pedestres)

Ticket: Entrada gratuita

Mais uma vez minha dor nas costas me fez ficar em casa! A velha aqui teve que ficar descansando enquanto o Sr. Rob estava se divertindo no parque. Ele foi correr, colher informações e bater fotos para o nosso blog. “Guri bom”!

Já comprou o seu seguro de viagem?

Nós usamos e recomendamos os seguros da World Nomads e SafetyWing! Se está na dúvida, leia nosso super guia sobre seguro viagem.

A história do Parque Casa de Campo começou em 1553, quando a família real comprou uma área próxima ao castelo para fazer a “floresta real”. Depois da Guerra Civil o parque teve que ser reconstruído e reflorestado para poder ser reaberto ao público. Hoje é a maior área verde dentro de Madrid e um grande espaço de lazer para a população

Andar de bicicleta, canoagem, “free fall” no parque de diversões, visitar o zoológico ou provar delícias espanholas, tudo isto você pode fazer no Casa de Campo. Planeje seu roteiro para passar pelo menos uma tarde no parque!

Acredite ou não, nosso guia sobre a capital espanhola ainda não terminou! Até agora falamos sobre o que ver e fazer. A essa altura você já deve estar com fome e querendo um pouco de festa. Que assim seja, no próximo post, onde comer e festar na cidade real!

Próximo post: Comer e festar em Madrid como um rei!

7 Comments

  1. Nossa! São muito lindo esses lugares. É um sonho que espero realizar um dia, conhecer cada um desses lugares. Vocês estão fazendo aquilo que muitos gostariam de fazer, ou melhor, conhecer! Parabéns!

Post a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *